5 coisas que aprendi esse ano - 2017

quarta-feira, novembro 15, 2017


Confesso que até dias atrás eu ainda não conseguia me sentir realmente grata e feliz por cada coisa que aconteceu nesses últimos anos. Não que eu não saiba reconhecer as coisas boas, mas é que toda vez que eu parava pra pensar em tudo que já aconteceu, principalmente nesse ano, me batia uma ansiedade muito grande e medo de encarar o que já passei e que no fundo eu não tinha deixado pra trás.

O ano ainda não acabou mas se eu tivesse que usar apenas uma palavra para descrever como ele foi pra mim, com certeza, a palavra seria “teste”. Sinto que esse ano eu fui testada várias vezes e de maneiras completamente diferentes. 2017 foi repleto de altos e baixos e enfrentar as lembranças ruins me fez muito bem, por mais doloroso e confuso que tenha sido. O mais “engraçado” é que isso de certa forma me deixou mais forte, preparada e agora eu consigo olhar para trás e ver o lado bom, sabe?

Cada pessoa tem o seu próprio tempo e aprender a respeitar o meu foi muito importante nesse processo.

Enfim, resolvi compartilhar aqui algumas das coisas que eu aprendi esse ano e que vou levar comigo todos os dias de agora em diante.

Você é quem você realmente é
Tenho que admitir que eu já tentei mudar algumas características minhas para poder me encaixar em determinado grupinho e lugar. Foi burrice? Foi! Me arrependi? Não, porque apesar de ter sido um erro, eu aprendi com ele. Com o passar do tempo a gente muda, cresce e amadurece. Nós vivemos de fases, mas a nossa essência não muda e somos leais a ela, mesmo que inconscientemente. Seja quem você realmente é, não mude sua aparência, características e valores por causa de uma pessoa, grupinho ou o que for. A  não ser que essa mudança seja para algo melhor, para acrescentar algo bom na sua vida.

Certo e errado são muito relativos
Pra mim certo e errado sempre foram muito nítidos e por isso sempre defendi o que eu achava que era certo e julgava o que era errado. Porém, o que é certo e errado pra mim, pode não ser pra você e vise versa. É muito bom defender os nossos valores, ideais e propósitos, mas às vezes é bom ouvir o que os outros têm a dizer. Todo mundo, que você conhece pessoalmente ou não, tem algo para compartilhar e ensinar. Ter contato com pessoas que pensam o oposto de mim, por exemplo, me fez rever alguns ideais e conceitos que eu tinha. Às vezes, tudo que a gente precisa é "pensar fora da caixa", analisar as coisas sob uma perspectiva diferente e se você mudar de ideia sobre algo está tudo bem.

Não tenha medo de dizer "não"
Apesar de voltar atrás algumas vezes e dar o braço a torcer, isso é algo que eu ando praticando muito nos últimos meses. Dizer não para uma pessoa, por exemplo, pode ajudar a preservar sua saúde mental e te manter em paz. Dizer não para oportunidades também é algo positivo, principalmente se ela não for compatível com os seus ideais e não for acrescentar algo bom em sua vida.

Ter apoio é fundamental
Por mais que eu tenha buscado minha independência e tentado ser forte na maior parte do tempo, parece que a vida testa essa força às vezes. Sempre quis manter as pessoas que gosto do meu lado, mas nem sempre elas puderam estar. Por isso tentei resolver os meus dramas e conflitos sozinha, só que muitas vezes isso não foi o suficiente e acabava transbordando. Apesar de saber que eu posso contar com a minha família e amigos mesmo eles estando distantes, buscar Deus foi fundamental porque senti que ele tirava o peso das minhas costas e do meu coração, me confortava e me deixava tranquila. Se você é religios@, aconselho que busque conversar com ele mais vezes. Faz muito bem.  

Morar sozinho não é tão fácil
Tem quase dois anos que eu me mudei para BH e ainda surge uns perrengues às vezes que me deixam LOUCA! Morar sozinha (no meu caso, é em republica), é muito bom e gostoso, mas nem tudo são flores. Você vai ter que gastar seu dinheirinho suado para comprar materiais de limpeza ao invés de comprar aquela brusinha maravilhosa, tem gastos inesperados com o chuveiro que queimou, gás que resolveu acabar bem na hora que você tava fazendo almoço, fechadura da porta que estragou e etc. Mas acredite que apesar dos pesares, vale a pena ter essa experiência porque te faz crescer, e se você não estiver preparad@ vai ser meio que na marra.

E você o que aprendeu esse ano? Compartilha comigo suas experiências aqui nos comentários e nas redes sociais! Vamos conversar ♥  Twitter / Instagram / Facebook

xx

Você também vai curtir

0 comentários

Curte aqui!

Inscreva-se no Canal!

Posts Populares